-= Registro Digital! =-

A Viagem de Chihiro

Posted on: 9 junho, 2008

Chihiro é uma menina de dez anos que acredita que o universo inteiro deve se submeter a seus caprichos. Quando seus pais, Akio e Yuko, contam que precisam mudar de casa, ela fica muito aborrecida. Viaja agarrada ao buquê de flores de despedida. No final de uma estanha rua, que acreditavam fazer parte do caminho para a nova casa, a família se depara com um imenso prédio vermelho, no qual um túnel infinito boceja como uma boca gigantesca. Relutante, Chihiro acaba seguindo seus pais , que entram no prédio. O túnel leva a uma cidade fantasmagórica. Caminhando pela cidade, os pais de Chihiro encontram um banquete suntuoso. E então eles se deliciam no monte de comida, mas acabam se transformando em porcos. Elesnão sabiam que estavam vagando por um fantástico mundo habitado por deuses antigos e seres mágicos e governado pela bruxa Yubaba. Ela explica para Chihiro que todos os humanos que entram no mundo dos espíritos são transformados em animais antes de serem mortos e devorados. Todos os que escapam deste destino trágico são condenados à morte se provarem ser inúteis. Felizmente, Chihiro acha um Aliado. O enigmático garoto Haku, um aprendiz de feiticeiro. Para sobreviver neste mundo novo, estranho e perigoso, ela tem de se tornar útil e trabalhar na casa de banho da velha bruxa. Chihiro então renuncia sua preguiça, sua humanidade, sua razão, suas recordações e até mesmo seu nome, passando a ser chamada apenas de Sen , nome escolhido pela bruxa Yubaba. Porém Chihiro não desiste de tentar ajudar os pais para que eles não seja mortos e voltar ao mundo dos humanos, e para isso vai contar com ajuda de Haku, a bruxa Zeniba, do Kamaji , o Sem Rosto, entre outros. Com o desenrolar da história descobrimos que Chihiro e Haku já se conheciam, e que nestes novos acontecimentos eles se apaixonam um pelo outro, e no final desta história acabam ajudando um ao outro a sair deste mundo dos espíritos.

Podemos conhecer um pouco desses dois neste vídeo

 

Para mim a técnica e a perfeição de cada personagem neste filme são bastante elaboradas e pensadas. Para cada personagem ou movimento deles é tomado como base o mundo real. Por exemplo, na hora em que Chihirovai colocar o bolo de ervas na boca do Dragão “Haku” o personagem fictício, ela abre a boca dele com força tenta colocar pela lateral o bolo de ervas, se pensarmos bem isso é igual ao um cachorro quando esta doente você normalmente tenta abri a boca dele pela lateral e ele cerra os dentes e aparece a gengiva onde é revelado um monte de dentes afiados, igual as do personagem do Dragão. (Fig .01)

 

 

 

 

 

 

Assim como os gestos e movimentos dos personagens humanos foram copiados de pessoas conhecidas pelo diretor deste filme. (Fig. 02) 

 

 

 

 

 

O palco deste filme é a casa de banho de Yubaba. O barulho do grande volume de água caindo e correndo nas salas de banho, foram tiradas das próprias casas de banhos que tem no Japão. Além do barulho da cozinha e dos vapores, dos vidros batendo devido ao vento entre outros podem ser devidamente ouvidos, pois cada som foi gravado isoladamente e incorporado

ao filme. Assim como as trilhas sonoras desse filme. Há uma musica que segundo o Diretor deste filme foi feita exatamente para este filme : Sen to Chihiro no kamikakushi Original Music Video

Música da Canção – Tema –

Compositora e Intérprete desta canção é Yumi Kimura.

 

 

Tantas Lágrimas de Tristeza

Infinitas lágrimas rolaram

Mas sei que do outro lado

Encontrarei você

Toda vez que caímos no chão

Olhamos para o céu lá no alto

E acordamos para o seu azul

Como se fosse a primeira vez

Como o caminho é longo e solitário

E não enxergamos o fim

Posso abraçar a luz

Com meus dois braços

Quando digo adeus meu coração pára

Com ternura eu sinto

Que meu corpo silencioso

Passa a ouvir o que é verdadeiro

O milagre da vida

O milagre da morte

O vento, as cidades e as flores

Todos nós dançamos numa só unidade

Em algum lugar uma voz chama

Do fundo do meu coração

Continue sonhando seus sonhos

Não os deixe morrer

Por que falar de sua melancolia

Ou dos tristes pesares da vida

Deixe tais lábios cantarem

Uma linda canção para você

Não esqueceremos a voz sussurrante

Em cada lembrança ela ficará

Para sempre, para guiar você

Quando um espelho se quebra

Estilhaços se espalham pelo chão

Lampejos de uma vida nova

Refletem-se por toda a parte 

Janela de um recomeço

Quietude, nova luz da aurora

Deixe que meu corpo vazio e silente

Seja preenchido e nasça outra vez

Não é preciso procurar lá fora

Nem velejar através do mar

Porque brilha aqui dentro de mim

Está bem aqui dentro de mim

Encontrarei uma luz

Que está sempre comigo

A canção – tema com o filme tem coisas em comum – Porque a criança , a medida que vai crescendo , perde a memória e as lembranças, isso pode ser apresentado no verso “Preencher o corpo que está vazio … “. O diretor Miyazaki decide deixar a canção para o final e diz que o filme só pode ser concluído graças a essa canção.

A bela canção que fala de um corpo que renasce impressiona muito e esta canção serviu de inspiração para o diretor Miyazaki, pois enquanto trabalhava o diretor ouvia a canção por diversas vezes. (Segundo Miyazaki).

É por isso e muito mais que ganhou o Oscar de melhor longa-metragem de animação de 2003.

 

1 Response to "A Viagem de Chihiro"

Ok. Este post valeu 2 horas de atividades complementares para você.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: